Reforma da Previdência e impacto às mulheres é tema de debate na CDH do Senado

Publicado: 23/05/2019 às 10:33



A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado realizou uma audiência pública sobre a Reforma da Previdência, na terça-feira (14), com foco no impacto que a reforma terá sobre as mulheres.

 

 

A integrante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas e do Movimento Mulheres em Luta Marcela Azevedo participou da atividade.

 

A dirigente destacou a importância de compreender as condições em que a mulher está inserida no mercado de trabalho, pois além de ser o segmento mais atingido pelo desemprego, no momento de crise, também são as mulheres que enfrentam as piores condições no mercado de trabalho.

 

Segundo Marcela, 70% dos trabalhadores no Brasil que vivem com salário mínimo são mulheres. Outra informação destacada por Marcela é que no retorno da licença-maternidade um número significativo de mulheres é demitido devido ao machismo.

 

Por isso, a Reforma da Previdência, que pretende aumentar a idade de tempo de contribuição para as mulheres se aposentarem é tão nefasta para esse segmento, que sofre com o machismo e as desigualdades.

 

Confira a integra da fala da dirigente:

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Pesquisar

Seções
Materiais